quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Lira não ‘abandona barco’ do senado e aconselha Maranhão a pedir licença para Dona Nilda assumir


Um gesto de cortesia foi proposto ao senador Raimundo Lira. Ele teria que se afastar do cargo de senador para que Tavinho Santos assumisse, com uma forma de fortalecer o partido na capital. O “gesto de cortesia” que foi proposto ao senador Lira foi intermediado pelo senador José Maranhão, que chegou a dizer que a mudança traria benefícios para todos e seria uma homenagem à João Pessoa, ter um senador de lavra própria.
Lira mandou uma direta certeira: “Minha forma de homenagear João Pessoa é trabalhar pela gestão. Trouxe R$70 milhões para ajudar o prefeito Luciano Cartaxo em obras de infra estrutura. Homenageio João Pessoa como relator da emenda de bancada que trouxe R$150 milhões do Ministério dos Transportes para a terceira faixa no trecho João Pessoa/Cabedelo”.
Para deixar ainda mais claro, Lira disse que não poderia sair pois é líder do PMDB no Senado Federal: “Que tipo de líder eu seria se abandonasse o partido nesse momento?”.
Mas sobre o quesito homenagens, Lira faz uma sugestão: “Maranhão deveria homenagear Campina Grande e pedir uma licença para que Dona Nilda assuma”, disse se referindo a suplente de Maranhão, Nilda Gondim,

Da Redação com Polêmica Paraíba

DENUNCIADO: Por 10 votos a 1, STF decide enviar denúncia contra Temer à Câmara

DENUNCIADO: Por 10 votos a 1, STF decide enviar denúncia contra Temer à Câmara

O Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou nesta quinta-feira (21) suspender o envio, à Câmara dos Deputados, da nova denúncia contra o presidente Michel Temer apresentada pela Procuradoria Geral da República.

Com a decisão, a acusação deve ser encaminhada ao Legislativo já nos próximos dias, dependendo somente de trâmites formais.

Temer foi denunciado na semana passada pelos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. Mas o STF só poderá analisar a acusação se a Câmara autorizar.

A defesa do presidente, contudo, havia pedido que a denúncia fosse remetida à Câmara somente após a conclusão das investigações sobre se os delatores da J&F omitiram informações dos investigadores. Provas entregues pelos delatores compõem a denúncia.

Mas, ao analisar o pedido da defesa, por 10 votos a 1, a maioria dos ministros do STF negou suspender o envio da acusação.
Votaram pelo envio imediato da denúncia à Câmara:

Edson Fachin (relator)
Alexandre de Moraes
Luís Roberto Barroso
Rosa Weber
Luiz Fux
Dias Toffoli
Ricardo Lewandowski
Marco Aurélio Mello
Celso de Mello
Cármen Lúcia.
O único a divergir foi:
Gilmar Mendes

Da Redação com G1

Justiça Eleitoral suspende nomeações de novos servidores


Justiça Eleitoral suspende nomeações de novos servidores
As nomeações de novos servidores para provimento de cargos vagos na Justiça Eleitoral serão suspensas a partir de 1º de novembro deste ano. A portaria determinando a suspensão será publicada no Diário de Justiça Eletrônico desta sexta-feira (22).

A medida tem como objetivo adequar o orçamento ao Novo Regime Fiscal de acordo com a Emenda Constitucional nº 95/2016, que limita o aumento dos gastos públicos à variação da inflação.

Medidas

Antes de aprovar a portaria, o TSE tratou do assunto com todos os Tribunais Regionais Eleitorais, mais especificamente com as áreas de Orçamento e de Gestão de Pessoas.

A suspensão de provimentos é mais uma das medidas que se soma a várias outras da Justiça Eleitoral para se adequar à EC 95/16. “O TSE e os TREs já restringiram novas obras, estão redimensionando contratos de despesas continuadas e vêm fazendo investimentos em ações sustentáveis e econômicas como, por exemplo, a instalação de usinas fotovoltaicas, que geram energia por meio de captação da luz solar”, destacou o Secretário de Planejamento, Orçamento, Finanças e Contabilidade (SOF) do TSE, Eduardo Demétrio Bechara.

A contenção de gastos também está sendo realizada com o rezoneamento eleitoral, que, além de gerar economia aos cofres públicos, vai criar um novo modelo eficaz de atendimento ao eleitor e corrigir as distorções no quantitativo em zonas eleitorais.

Outra providência do TSE para a adequação dos gastos ao novo cenário fiscal foi determinar que as férias do período aquisitivo de 2016/2017 de todos os colaboradores sejam gozadas entre 7 de dezembro deste ano e 5 de janeiro de 2018. Essa otimização da força de trabalho, concentrando as férias nesses períodos, dispensa a cobertura de profissionais nos contratos, o que gera grande economia.

Da Redação com TSE

Prefeito diz que TCE-PB mentiu sobre gastos: "Está totalmente equivocado"

"Um número totalmente equivocado", disse o prefeito

O Prefeito de São Sebastião do Umbuzeiro, Adriano Wolff (DEM), disse no início da tarde desta quinta-feira (21), que a informação do TCE-PB que o município gasta mais com pessoal do que arrecada está equivocada e é inverídica. Adriano informou ainda que está procurando o Tribunal de Contas do Estado para retificar o erro.
O gestor lembrou que um levantamento feito com base no próprio Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), divulgado no início de agosto do corrente ano, mostrou que São Sebastião do Umbuzeiro é um dos poucos municípios do Estado que cumpre a Lei de Responsabilidade Fiscal.
“Conforme dados do Índice de Despesas Municipais, disponibilizado pelo próprio TCE-PB, mostrou recentemente que São Sebastião do Umbuzeiro gasta apenas 34,52% da receita do município com o pagamento de pessoal, um número muito bem abaixo em relação a outros municípios do Estado, e fiquei surpreso com essa informação inverídica divulgada ontem”, comentou o prefeito Adriano.
Adriano Wolff disse ainda que é algo totalmente ilógica você gastar mais com o pessoal do que arrecada, pois a maior parte das despesas de São Sebastião do Umbuzeiro não é com o pessoal, e a folha de pagamento com o pessoal é uma das mais baixas do Estado. “Um número totalmente equivocado, e estou indo nesta tarde no Tribunal de Contas para retificar esse erro”, finalizou.

Da Redação WSCom

'Na Cidade Sem Meu Carro' incentiva pessoense a usar transporte coletivo

Durante a ação, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa vai interditar para o tráfego de veículos a Avenida Visconde de Pelotas, no Centro da Capital, das 8h às 17h

 Campanha incentiva uso de ônibus

Campanha incentiva uso de ônibus
Exposições, apresentações, oficinas culturais, folclóricas e educativas vão ser atrações da campanha ‘Na Cidade Sem Meu Carro’, que vai acontecer nesta sexta-feira (22) em João Pessoa. O evento tenta fazer com que a população deixe o carro próprio em casa e utilize o transporte coletivo.

Durante a ação, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) vai interditar para o tráfego de veículos a Avenida Visconde de Pelotas, no Centro da Capital, das 8h às 17h.

O local será palco das apresentações, oficinas culturais, folclóricas e educativas, além de atividades lúdicas para crianças.

“Esta campanha tem a intenção de promover uma cultura de paz no trânsito, representando uma oportunidade para mostrar alternativas sustentáveis para as pessoas, a fim de induzir uma mudança de comportamento contribuindo com a redução de poluição e melhoria na qualidade de vida na nossa cidade”, disse o superintendente da Semob-JP, Carlos Batinga.

Para incentivar as pessoas a aderir à campanha, a Semob-JP e o Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos de João Pessoa (Sintur) vão reforçar a frota de ônibus coletivo urbano.

Da Redação com G1

16ª Parada pela diversidade LGBT+ acontece neste domingo em João Pessoa

Dentro da programação da Parada, acontecerá também o I Torneio de Beach Soccer Feminino - em respeito à diversidade, realizado pelo Grupo de Mulheres Lésbicas e Bissexuais Maria Quitéria


O evento acontece neste domingo (24), na orla da praia de Cabo Branco, com concentração a partir das 16h (Foto: Reprodução/timeout)
Resistência é Close, nenhum direito a menos. Esse é o tema da 16ª Parada da Cidadania LGBT+ da cidade de João Pessoa, que acontece neste domingo (24), na orla da praia de Cabo Branco, com concentração a partir das 16h, em frente ao SESC. Em tempos em que a direita reacionária vem saindo do armário, resistir é o caminho da população LGBT+ e a Parada é um dos maiores símbolos dessa resistência.
Como já é tradição, o evento trará muita alegria e badalação para a orla da capital paraibana, shows das melhores drag queens de João Pessoa, apresentações das DJ’s Friday, Toinha, Jully Mermaid, Kylt e outros; a banda Sinta a Liga Crew e a atração nacional queridinha do público LGBT, Glória Groove. Mas sem dúvidas, um dos momentos mais importantes é o chamamento à reflexão e luta contra a LGBTfobia, sobretudo após os acontecimento da semana, com a decisão judicial - ainda que liminar - que permite que psicólogos ofereçam a terapia da reversão sexual, conhecida como "cura  gay".
Dentro da programação da Parada, acontecerá também o I Torneio de Beach Soccer Feminino - em respeito à diversidade, realizado pelo Grupo de Mulheres Lésbicas e Bissexuais Maria Quitéria. O torneio contará com a participação de quatro times e acontecerá na Arena Cabo Branco, também em frente ao SESC.
A novidade deste ano é o retorno da pré-parada, nos dias 22 e 23 de Setembro. Nela, acontecerá um seminário, que terá como tema “Bissexualidades: construindo um biálogo nacional”, com a participação de militantes de vários estados do país. A abertura do evento será sexta-feira (22), às 19h, na sala Aruanda (UFPB- CCTA) e será aberto ao público.
A Parada LGBT+ de João Pessoa, que está no seu décimo sexto ano, atrai pessoas de toda a Paraíba, de estados vizinhos e de todas as regiões do Brasil, movimentando bastante o turismo da grande João Pessoa. O evento é realizado pelo Artgay, Astrapa, Grupo Diversidades, Grupo de Mulheres Lésbicas e Bissexuais Maria Quitéria, Mel e Movbi. A expectativa é que cerca de 40 mil pessoas se reúnam nesse momento de celebração, resistência e luta.
 
Da Redação com Click PB

Mulher é sequestrada em frente a escola particular de João Pessoa, diz PM

Suspeitos ainda levaram dinheiro da vítima mas a abandonou junto com o carro próximo a BR-230.
 
 Resultado de imagem para Mulher é sequestrada
Um mulher foi sequestrada em frente a uma escola particular no Jardim Oceania, em João Pessoa, na tarde de quarta-feira (20), segundo a Polícia Militar. Os suspeitos a abordaram na frente da escola e a levaram dentro do carro até um supermercado às margens da BR-230.
Ela e o carro foram abandonados no local e, segundo a Polícia Militar, os homens ainda levaram dinheiro da vítima. A polícia informou que recebeu um chamado às 16h de uma pessoa que presenciou a ação criminosa.
No mesmo dia policiais fizeram buscas no local mas não há identificação dos suspeitos e ninguém foi preso até às 18h desta quinta-feira (21). 

Da Redação com G1

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Criança é atacada por pitbull após ser trancada em quarto com o animal no interior da PB

Vizinho teria escutado os gritos da criança e conseguiu socorrê-la. O menino foi levado para o hospital da cidade e teve vários ferimentos pelo corpo

Pais do menino o levaram à delegacia para o registro
Pais do menino o levaram à delegacia para o registro
Uma criança de sete anos ficou ferida após ser trancada em um ambiente com um cachorro da raça pitbull, em São João do Rio do Peixe, a 500 km de João Pessoa. O caso ocorreu nessa terça (19), mas a informação foi divulgada nesta quarta-feira (20) no Correio Debate da Rede Correio Sat.

A denúncia foi registrada no Conselho Tutelar, no Ministério Público e na delegacia da cidade. Conforme o registro, um adolescente de 17 anos teria trancado a criança com o cachorro e ficado assistindo ao menino sendo mordido.

Um vizinho teria escutado os gritos da criança e conseguiu socorrê-la. O menino foi levado para o hospital da cidade e teve vários ferimentos pelo corpo, mas não corre risco de morte.

A polícia recebeu a denúncia nesta quarta e quando foi em busca do adolescente suspeito, não o encontrou. A família dele também não foi achada.

Da Redação com Correio

Homem furta peça de picanha em supermercado e ao ser preso diz que era para churrasco com amigos

Após ser preso, o homem foi encaminhado para a Central de Polícia Civil, onde prestou depoimento e aguarda audiência de custódia


O suspeito foi até um supermercado atacadista e tentou furtar a carne, mas foi detido por funcionários (Foto: Walla Santos)
Um homem de 38 anos foi preso, nessa terça-feira (19), suspeito de furtar uma peça de picanha em um supermercado de João Pessoa.
O crime foi cometido para que o suspeito e alguns amigos fizessem um churrasco.
De acordo com a sargento Érica, o suspeito foi até um supermercado atacadista no bairro do Geisel, Zona Sul da Capital, e tentou furtar a carne, mas foi detido por funcionários do estabelecimento.
“Ele foi detido pela equipe do supermercado e que teria subtraído essa peça de carne. Ele (suspeito) nos informou que estava passando fome, estava sem trabalhar e que seria para seu uso, mas depois foi confirmado pela guarnição que não era bem assim. Não foi a primeira vez [que ele cometeu o mesmo crime]”, disse a sargento.
Após ser preso, o homem foi encaminhado para a Central de Polícia Civil, onde prestou depoimento e aguarda audiência de custódia.

Da Redação com Click PB

Ex-presidiário é morto com 10 tiros em Sousa, PB; polícia acredita em execução

Homem de 20 anos tinha acabado de chegar em casa quando foi morto. Ele foi preso na operação 'Narcos' em 2016.

  Homem é morto com 10 tiros em Sousa, no Sertão da Paraíba (Foto: Artur Lira/TV Paraíba)Homem é morto com 10 tiros em Sousa, no Sertão da Paraíba (Foto: Artur Lira/TV Paraíba)


Um ex-presidiário de 20 anos foi morto com 10 tiros em Sousa, Alto Sertão da Paraíba. Segundo as polícias Militar e Civil, o crime aconteceu às 15h30 desta quarta-feira (20) quando o homem chegava em casa em um Fiat Uno preto. Ele estacionou, desceu do carro e foi surpreendido por dois homens em uma moto que efetuaram os disparos e fugiram.
A polícia trabalha com a hipótese de que foi uma execução, provavelmente motivada por vingança ou acerto de contas. O homem havia sido preso por homicídio, tráfico de drogas e roubo, durante a Operação “Narcos” em junho de 2016 em Sousa.


Da Redação com G1